Confins do Universo 112 - É guerra! Quadrinhos no front!
OUÇA
Matérias

Jeph Loeb dá mais detalhes da minissérie Hulk: Gray

25 setembro 2002

Hulk GreyEm 2003, a Marvel lançará a minissérie em seis edições Hulk: Gray, com argumentos de Jeph Loeb e arte de Tim Sale, que mostrará como foram os primeiros dias de Bruce Banner depois de ser atingido pela radiação da bomba gama e se transformar em Hulk. E é sobre isso que o roteirista deu mais detalhes.

O Hulk mostrado na minissérie será cinza, mas não aquele criado por Peter David. Para quem não sabe, na primeira aparição, o personagem apareceu acinzentado, mas por problemas de gráfica, aparecia verde em algumas páginas. Stan Lee gostou do resultado e adotou a cor dali pra frente.

Loeb contou um caso interessante sobre a minissérie Demolidor: Amarelo, publicada atualmente no Brasil pela Panini Comics. "Recebemos e-mails de pessoas perguntando por que criamos o uniforme amarelo", conta. Muita gente não lembra, mas esse foi realmente o primeiro traje do Homem sem Medo, e só mudou para o vermelho atual no número 7 da revista, lançada na década de 1960.

"Ainda estamos nos primeiros estágios, mas até agora nosso pensamento é que a história se passará basicamente entre Hulk # 1 e # 2 da série original (de 1962). Há um espaço entre as duas edições. A primeira termina com Bruce Banner e Rick Jones voando de volta para os Estados Unidos, após serem raptados por Gargoyle e levados para a União Soviética. Já o # 2 começa num momento indeterminado, algum tempo depois", recapitula.

Um dos objetivos será examinar como ele difere de seu alter-ego. "Ele tem uma personalidade diferente de Bruce Banner, e o odeia. Ele o vê como o guarda de uma prisão, que o mantém num lugar escuro. Já o cientista, no princípio, não se lembrava de nada do que o Hulk fazia", explica.

Pelo menos a princípio, nenhum dos vilões de Hulk participará da série. "É como Super-Homem: As Quatro Estações. Os desafios vêm do interior do personagem, na forma de pesadelos de Banner", indica.

"Do meu ponto de vista, a maioria dos personagens da trama, General Ross, Glenn Talbot, Rick Jones e até mesmo Bruce Banner, vêem tudo em preto e branco. No meio dessas interpretações do que é certo ou errado, tem a Betty Ross, que é desafiada a ver além do ponto de vista de seu pai (Hulk como o mal) e dos medos de Banner sobre o seu alter-ego, algo pelo qual ele se sente culpado", analisou Loeb.

O lançamento de Hulk: Gray deve acontecer em junho de 2003.

Já são mais de 470 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA