Confins do Universo 112 - É guerra! Quadrinhos no front!
OUÇA
Matérias

Quadrinhos brasileiros serão publicados nos Estados Unidos

21 setembro 2002

Spirit of Amazon #1Em dezembro, mais brasileiros entrarão no mercado americano de quadrinhos. Mas, ao contrário de artistas como Mike Deodato, Roger Cruz e Joe Benett, o criador Orlando Paes Filho chegará por meio de um projeto próprio. Trata-se de Spirit of the Amazon, minissérie em quatro partes a ser publicada pela NW Publishing.

Orlando é o fundador do NW Studio, que produziu a minissérie no Brasil em 1998, mas cuja última parte nem chegou a sair por aqui. Ele criou a NW Publishing ao lado de Vincus Tavares, que será responsável pela publicação dos projetos nos Estados Unidos.

Ex-piloto profissional de helicópteros comerciais da empresa Helibrás/Aerospatiale, Orlando Paes Filho já trabalhou como gerente de produtos na empresa de licenciamento Character, em 1988. Acabou criando seu estúdio em 1993, e prestou serviços para a Warner Bros, Disney, Nestlé, McDonalds, AMBEV e o parque temático Hopi Hari.

"A inspiração para criar essa obra veio em 1978, quando Orlando tinha 16 anos. Horrorizado com a violência do homem ao meio-ambiente, ele escreveu uma ficção chamada Planeta Azul, que mais tarde foi a base para Spirit of the Amazon", explicou Tavares.

Spirit of Amazon #1Na história, o planeta vive em grande perigo, com milhares de espécies animais e vegetais sendo destruídas pela maior ameaça da Terra: o homem. Seis seres extraterrestres, com poderes especiais, que vão desde comunicação telepática com animais até reviver plantas, atendem ao pedido de ajuda da natureza.

Eles entram em uma missão secreta para cuidar da Terra, mas a luta é difícil, já que multinacionais e governos formaram uma conspiração, baseada na irracionalidade do capitalismo de hoje.

De acordo com Tavares, a série foi "obrigada" a ser cancelada antes do previsto. "A distribuição de quadrinhos é controlada por uma empresa, que, ao ver o sucesso de Spirit of the Amazon, fez um esforço para adquirir o título. Quando Orlando se recusou, a distribuidora impediu as vendas, e se recusou a distribuir a revista. Como resultado, a NW Studio foi forçada a parar a produção", revelou Tavares, se referindo à Dinap, distribuidora da Editora Abril, mas sem explicar por que não buscou outras formas de mostrar aos leitores o final da trama.

Ainda segundo ele, esse é apenas o primeiro lançamento de muitos que virão. Há ainda planos para desenvolver uma companhia baseada no conceito que deu origem à Image Comics. Eles já estão conversando com Roger Cruz sobre a idéia.

Cada edição de Spirit of the Amazon deverá custar US$ 2,95, e há planos para ser publicado na Inglaterra em 2003 e no resto da Europa logo depois.

Já são mais de 470 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA