Confins do Universo 112 - É guerra! Quadrinhos no front!
OUÇA
Notícias

Cartunista Glauco é assassinado em Osasco

12 março 2010

Glauco

O cartunista paranaense Glauco, criador de Geraldão e outros
personagens de sucesso em revistas e tiras de jornal no Brasil, e seu
filho Raoni foram assassinados na madrugada desta sexta-feira, 12 de
março, em frente à casa onde moravam, em Osaco/SP. A princípio, foi
divulgado que o crime ocorreu numa tentativa de assalto, mas após as
investigações novas informações surgiram.

O suspeito do crime chama-se Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, um
estudante de 24 anos, de classe média alta, que conhecia Glauco e a
família, pois frequentava a igreja Céu de Maria, fundada pelo
cartunista e que segue os princípios do Santo Daime.

Segundo testemunhas, no momento do crime, Cadu, como é conhecido o
suspeito, dizia ser Jesus Cristo. Ele teria ameaçado se matar e,
quando saía com Glauco da casa, Raoni chegava da faculdade. Nesse
momento, Carlos Eduardo disparou dez tiros. Cada vítima foi atingida
quatro vezes. A polícia ainda não o encontrou e investigaçoes apontam
para uma segunda pessoa, que teria dirigido o veículo usado na
fuga.

Glauco e Raoni foram levados com vida ao hospital, mas não
resistiram aos ferimentos.

Glauco publicava tiras e charges na Folha de S.Paulo desde 1977. Nos anos 1980 e 1990, alguns de seus principais personagens foram editados em revistas próprias, com circulação nacional.

Ele tinha 53 anos e criou tipos inesquecíveis, como Geraldão,
Casal Neuras, Zé do Apocalipse, Geraldinho, Dona Marta, Nostravamus
e outros.

Atualmente, as compilações de tiras de Glauco eram publicadas pela L± Editores.

O Universo HQ abriu espaço para os fãs de Glauco homenagearem o autor. Confira clicando aqui.

Geraldão

 

Já são mais de 470 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA