Confins do Universo 121 - Viajando com os quadrinhos
OUÇA
Notícias

Disney compra 21st Century Fox, e Marvel reavê direitos de X-Men e Quarteto Fantástico

14 dezembro 2017

Especulado há semanas, o acordo entre a The Walt Disney Co.21st Century Fox foi fechado. A compra do estúdio custou US$ 52,4 bilhões, e amplia o poderio da Disney numa agressiva ação de aquisições, que nos últimos anos incluiu também as compras da Marvel, LucasFilm e Pixar.

Agora, a casa de Mickey é dona também de franquias como Alien, PredadorPlaneta dos Macacos, Avatar, Arquivo X, Simpsons e outras.

Um dos principais destaques é a retomada dos direitos cinematográficos dos X-Men e Quarteto Fantástico (incluindo Surfista Prateado e o vilão Galactus), que pertenciam à Fox desde o final da década de 1990. Isso permitirá à Marvel Studios incorporar esses personagens ao seu bem-sucedido universo cinematográfico, ao lado dos Vingadores.

Com a presença do Homem-Aranha, graças a um acordo com a Sony, a Marvel conseguiu reunir novamente todos os seus personagens sob um mesmo teto.

Apesar de talvez ainda ser necessário um acordo paralelo com a produtora alemã Constantin Film no caso do Quarteto Fantástico. Por enquanto, o estúdio não esclareceu exatamente esta situação, mas aparentemente não seria empecilho.

Isso também pode fazer a alegria dos fãs de quadrinhos, pois a "Casa das Ideias" não tem dado muita atenção ao Quarteto Fantástico em suas publicações, e por muito tempo relegou a presença dos X-Men ao mínimo possível.

Como resultado da negociação, o CEO da Disney, Bob Iger, estendeu seu contrato com a empresa até 2021, e supervisionará a integração.

Bob Iger

"A aquisição reflete a demanda cada vez maior do consumidor por entretenimento de qualidade e diversidade, que são mais atraentes, acessíveis e convenientes do que nunca antes", disse Iger. "Estamos honrados e agradecidos que Rupert Murdoch tenha confiado a nós o futuro da empresa que ele passou a vida construindo, e estamos animados com a extraordinária oportunidade de aumentar significativamente o nosso portfólio de marcas e franquias. O acordo também expandirá substancialmente nossa presença internacional, nos permitindo oferecer histórias de qualidade e inovadoras plataformas de distribuição para mais consumidores em importantes mercados ao redor do mundo".

O presidente da 21st Century Fox, Rupert Murdoch, também divulgou uma declaração.

"Estamos orgulhosos do que construímos, e acredito que esta contribuição da Disney trará ainda mais valor aos acionistas. Estou convencido que esta combinação, com a liderança de Bob Iger, criará uma das maiores empresas do mundo. Sou grato por Bob ter concordado em permanecer e se comprometido em realizar essa tarefa", afirmou.

O acordo já começou a levantar discussões a respeito da lei antitruste norte-americana, e a precaução de monopólio no mercado.

Com a compra, o número de grandes estúdios cinematográficos de Hollywood cai de seis para cinco: Disney, Warner Bros., Paramount, Universal e Columbia Pictures (Sony).

Disney e Fox

Já são mais de 640 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA