Confins do Universo 112 - É guerra! Quadrinhos no front!
OUÇA
Notícias

Em fim de ano movimentado, Marsupial anuncia mais quatro lançamentos

23 novembro 2017

A Marsupial Editora terá um final de 2017 bastante movimento, e levará muitas novidades para o seu estande na CCXP – Comic Con Experience.

Além das seis graphic novels de projetos aprovados no ProAc de 2016, que foram anunciadas no início do mês (saiba mais aqui), a editora terá outros quatro lançamentos de quadrinhos, incluindo Kong the King, obra do português Osvaldo Medina que aporta agora no Brasil – veja aqui a resenha da edição original. Todos os títulos sairão pelo selo Jupati Books.

As edições já estão em pré-venda na Amazon Brasil, com descontos de até 25%. Confira os detalhes abaixo:

Olimpo Tropical (formato 20,5 x 27,5 cm, 144 páginas, R$ 52,00), de André Diniz e Laudo Ferreira – Um inferno particular, onde o respeito virá pelo crime e a paz virá pela vingança: este é o Olimpo de Biuca. Mesmo sendo manco, o destino o ajuda: agora, ele é vigia do tráfico de drogas, com a missão de atirar nos policiais que ousarem invadir a favela pela única escada de acesso. Um Inferno camuflado de Paraíso, pelos olhos enganosos de um jovem sonhador. Uma tragédia particular; mais uma entre muitas deste Olimpo Tropical.

Matei meu pai e foi estranho (formato 17 x 24 cm, 120 páginas, 38,00), de André Diniz – Zaqueu começa com Z, a última letra do alfabeto. Deslocado por natureza e vocação, Zaqueu nasceu albino, de cabelos e pele mais que brancos, em meio a uma família de gente morena. Nasceu artista, embora a sua família nem imagine o que seja isso. É pobre, mas estuda em escola de rico – o patrão do seu pai é mesmo um sujeito generoso.

O leitor conhece Zaqueu nos seus momentos triviais e também nos marcantes: a descoberta de que seu pai tem outra família, os atritos com o irmão metido a marginal, as tentativas patéticas de desvendar o sexo oposto. Mesmo em em uma cidade de 12 milhões de habitantes, ele procura o seu lugar, talvez em vão. Pois sabe que São Paulo vai devorá-lo mais cedo ou mais tarde. Pois que venha, então.

Olimpo Tropical Matei meu pai e foi estranho

Kong the King (144 páginas, R$ 52,00), de Osvaldo Medina – A gravação de um filme numa ilha deserta remota conduz à descoberta de um misterioso nativo com um coração tão imenso quanto o seu corpo. Levado de livre vontade para a Grande Cidade, descobrirá rapidamente que há uma fronteira muito tênue entre a fama e a glória que lhe prometeram e o circo midiático do mundo do espetáculo para onde foi atirado.

Muito além de uma simples homenagem ao clássico do Cinema, Kong the King é um “animal” completamente diferente, com momentos de ternura cativante e de crueldade profunda. Uma jornada sem uma única palavra – tal qual um filme mudo dos glamourosos anos 1920 –, que revela a qualidade da narrativa visual de Osvaldo Medina. Leia aqui o review da edição original portuguesa.

Coelho Nero – Reclame aqui (64 páginas, R$ 36,00), de Omar Viñole – As desventuras de Nero, o coelho mal-humorado, ranzinza, de temperamento ácido e crítico que está sempre de olho na sociedade, seus costumes, na política e no ser humano em geral.

Kong the King

Coelho Nero - Reclame aqui

Já são mais de 470 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA