Confins do Universo 115 - Neil Gaiman, um sonhador de histórias
OUÇA
Spirou após o vandalismo
Notícias

Estátua de Spirou foi decapitada por vândalos

6 julho 2020

No último sábado, 4 de julho de 2020, uma estátua do personagem Spirou foi vandalizada na estação de metrô de Angoulême, na França.

Segundo Philippe Bouty, um conselheiro da administração regional, pouco antes da meia-noite dois jovens encapuzados estacionaram um Volkswagen ao seu lado, saíram do veículo, entraram no saguão da estação e decapitaram a estátua com chutes

Foi um ato rápido e violento. Quando ele informou o segurança, os suspeitos fugiram. Segundo Bouty, os jovens foram ao local com aquele propósito e partiram logo em seguida. Ele se surpreendeu com a atitude e com o fato de não haver câmeras de vigilância no saguão, mas apenas nos guichês.

Diante da adversidade, a direção do Festival de Angoulême emitiu uma nota bem-humorada pedindo ajuda dos habitantes da região para localizar a cabeça do personagem e ainda questionando se por trás do ato infame não estaria o vilão Zorglub.

A estátua de Spirou se encontrava na estação há pouco mais de um ano e meio. Antes desse incidente, a estátua que mais sofria vandalismo era a de Lucien, personagem de Frank Margerin, localizada do lado de fora da estação.

Spirou é um dos personagens mais populares das HQs belgas e foi criado por Jean Dupuis, Rob-Vell (pseudônimo do artista francês Robert Velter) e sua esposa, Blanche Dumoulin, para o lançamento da primeira edição do Le journal de Spirou, em 24 de abril de 1938. No Brasil, algumas de suas histórias saíram pela editora Sesi-SP nos últimos anos.

Spirou em seu estado original

Spirou após o vandalismo

Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA