Confins do Universo 117 - Dissecando The Walking Dead
OUÇA
Notícias

Morreu o escritor Harlan Ellison

29 junho 2018

Harlan EllisonO escritor Harlan Jay Ellison faleceu no último dia 27 de junho, aos 84 anos de idade. Segundo o jornal The New York Times, ele morreu enquanto dormia, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Nascido em 27 de maio de 1934, em  Cleveland, Ohio, nos Estados Unidos, Ellison escreveu mais de 50 livros ao longo de sua carreira, dentre eles A Boy and His Dog, e centenas de artigos, ensaios e roteiros de TV. Além disso, ele é o autor de dezenas de roteiros para HQs e teve diversas de suas histórias adaptadas para os quadrinhos.

Ele escreveu roteiros para seriados como Outer Limits, Batman, Viagem ao fundo do mar e a série original de Star Trek. Seu episódio A cidade à beira da Eternidade (City on the Edge of Forever) é considerado um dos melhores da série.

Nos quadrinhos, escreveu para a maioria das editoras, começando com a EC Comics, na década de 1950. Ele foi o criador de Jarella (junto com Roy Thomas e Herb Trimpe), personagem da revista Incrível Hulk; fez enredos para Demolidor, Vingadores entre outros heróis da Marvel Comics.

Também criou tramas para Batman e Detective Comic, escreveu para Creepy, da Warren, e para as várias versões de Heavy Metal.

A Dark Horse Comics tem uma longa colaboração com o autor, que escreveu HQs para a revista Dark Horse Presents. A editora publicou, na década de 1990, a série Harlan Ellison - Dream Corridor, que adaptava diversos contos e ensaios do escritor.

A IDW lançou, em 2010, Phoenix without Ashes, uma adaptação de um dos romances de Ellison.

Naquele mesmo ano, Ellison colaborou com a DC Comics, na revista The Spirit. Em 2013, a editora lançou Harlan Ellison's 7 Against Chaos, uma graphic novel em capa dura, com arte de Paul Chadwick e cores de Ken Steacy.

Um de seus trabalhos mais famosos nos quadrinhos é a grahic novel O Demônio da Mão de Vidro, uma adaptação do roteiro do episódio homônimo para o seriado The Outer Limits, publicada pela DC, em 1986, com arte de Marshall Rogers. Essa obra foi lançada no Brasil pela Editora Globo.

Ellison não era uma pessoa de convívio fácil. Briguento, cheio de opiniões e teimoso, durante sua carreira moveu diversos processos contra indivíduos, editoras e estúdios de cinema e TV.

Independentemente de seu temperamento, ele era uma figura respeitada por seu talento e por sua obra. Ellison foi agraciado oito vezes com o Prêmio Hugo. Além disso, recebeu dezenas de outros prêmios, dentre eles: Writer's Guild of America, Nebula, Jupiter, Bram Stoker, Bradbury, British Fantasy, Edgar Allan Poe etc.

Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA