Confins do Universo 117 - Dissecando The Walking Dead
OUÇA
Notícias

Museu alemão realiza exposição sobre pioneiros dos quadrinhos

8 agosto 2016

Exposição Pioniere des ComicO museu alemão Schirn, localizado em Frankfurt, está realizando a exposição Pioniere des Comic – Eine Andere Avantgarde (Pioneiros dos Quadrinhos – Uma Outra Vanguarda), sobre seis artistas pioneiros dos quadrinhos. Winsor McCay, Lyonel Feininger, Cliff Sterrett, Charles Forbell, George Herriman e Frank King são os desenhistas cujos trabalhos estão presentes.

A mostra conta com centenas de imagens, incluindo artes originais (coloridas e em preto e branco), páginas de jornal, fotografias, textos informativos, alguns livros (em alemão, para consulta) e três filmes curtos.

Os filmes são mudos. Um deles retrata a vida de Winsor McCay; outro é a animação de McCay, Gertie, the Dinosaur; e o último é um filme pessoal feito pela família de Frank King.

Charles Forbell é a surpresa da exposição. Ele é um talentoso cartunista nova-iorquino, nascido em 11 de setembro de 1885. Em 1913, criou a tira Naughty Pete, que teve apenas 18 páginas dominicais publicadas. Apesar disso, cada uma delas é uma pérola de inovação e criatividade. Na tira, Forbell trabalhava com combinação de cores, diagramação arrojada – todas as páginas são muito diferentes –, logotipia (cada página tinha um título específico) etc.

Winsor McCay é o famoso autor de Little Nemo in Slumberland e Dreams of a Rarebit Fiend. Além de ser um dos precursores das HQs, ele também foi um dos pioneiros do desenho animado, com os curtas-metragens Little Nemo (1911), How a Mosquito Operates (1912), Gertie the Dinosaur (1914), The Sinking of the Lusitania (1917), Bug Vaudeville (1921), The Pet (1921) e The Flying House (1921).

Lyonel Feininger é um artista estadunidense, de origem alemã, que após trabalhar com os quadrinhos se tornou um grande nome da pintura expressionista e também um importante membro da escola (e movimento artístico) Bauhaus.

Cliff Sterrett é o criador da tira Polly and her Pals (que inicialmente se chamava Positive Polly), de 1912, uma das primeiras séries a ter uma mulher como personagem principal. Na década de 1920, o autor passou a incorporar elementos do cubismo, expressionismo e surrealismo em suas tiras.

George Herriman é o criador de Krazy Kat e The Family Upstairs (que originalmente se chamava The Dinbgbat Family). Krazy Kat é considerada por críticos e historiadores como uma das mais importantes HQs estadunidenses.

Frank King tem um mérito raro nos quadrinhos: criou uma tira na qual os personagens envelheciam em tempo real, acompanhando por mais de 30 anos a vida de um de seus personagens dos primeiros dias até se tornar um avô.

A HQ em questão é Gasoline Alley, que surgiu em 1918, explorando o fascínio pelos automóveis, estrelada pelo mecânico Walt Wallet. Posteriormente, a tira ganhou a adição do bebê Skeezix, que foi abandonado em frente da garagem e adotado por Walt, em 1921.

Gasoline Alley mostra a vida de ambos até a velhice. Embora King tenha abandonado a série em 1959, a HQ ainda é publicada nos Estados Unidos, com desenho de Jim Scancarelli.

Essa extraordinária exposição tem curadoria de Alexander Braun. O catálogo da mostra, disponível apenas em alemão, é um livro ricamente ilustrado, com capa dura e 272 páginas. Para a alegria dos fãs de quadrinhos, o panfleto gratuito da mostra foi criado de modo que, ao ser desdobrado, seu verso é uma réplica em tamanho real de uma página de Winsor McCay, de Little Nemo in Slumberland, publicada em 2 de fevereiro de 1908, no jornal The New York Herald.

A exposição Pioniere des Comic – Eine Andere Avantgarde ficará em cartaz até 18 de setembro de 2016.

Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA