Confins do Universo 114 - Os 70 anos de Peanuts
OUÇA
Notícias

Novidades DarkSide: El Borbah, Death Disco, A Bruxa Margaret e Condado Maldito ainda este ano

14 outubro 2020

O ano está chegando ao final, mas a DarkSide Books ainda tem vários lançamentos programados. A editora anunciou mais quatro novidades, que chegarão às livrarias no próximo mês de dezembro, sendo duas obras inéditas e duas continuações.

Todas elas já estão em pré-venda na Amazon com frete grátis para usuários Prime e na modalidade "preço mais baixo garantido".

Saiba um pouco mais de cada título:

El Borbah (formato 16 x 23 cm, 128 páginas, capa dura, R$ 59,90), por Charles Burns.

Com mais de 180 quilos e o conhecido figurino dos lutadores mexicanos de luta livre, com meia-calças e misteriosas máscaras, El Borbah é tudo aquilo que não esperamos de um detetive particular. Movido a junkie food e canecos e mais canecos de cerveja, ele conduz suas investigações com papo reto e temperamento explosivo, quebrando portas e crânios, enquanto espreita a cidade decadente, repleta de punks, freaks, malucos de ternos e cientistas loucos. 

Um dos primeiros personagens criados por Charles Burns, ainda no início do anos 1980, as histórias desse improvável detetive permanecem assustadoramente contemporâneas, com a estética sci-fi-noir, alimentada pelo consumo voraz de filmes B e quadrinhos de terror dos anos 1950 e 1960 na infância do autor, e um sofisticado senso de humor tão inquietante quanto engraçado.

A Bruxa Margaret (formato 16 x 23 cm, 144 páginas, capa dura, R$ 69,90), por Jim Broadbent e Dix.

Existem muitas bruxas pintadas no imaginário coletivo e a personagem de A Bruxa Margaret, ao mesmo tempo em que faz parte dessa tradição, traz o seu próprio toque a esse universo. A graphic novel surgiu a partir do interesse do ator e escritor Jim Broadbent (de Harry Potter e Game of Thrones) pela figura de Dulle Magriet, em um quadro de mesmo nome de Pieter Bruegel, o Velho, de 1536. Mas mesmo antes da pintura, já existia a lenda flamenga sobre Magriet (ou Margaret), uma mulher geralmente associada a demônios e feitiçaria.

A partir dessa inspiração, os autores desenvolvem uma história em que o caráter humano da personagem transcende o mito. Os autores aprofundam a personagem ao mostrar seu discurso impreciso, suas ações erráticas, seu ambiente caótico. A bruxaria continua lá, mas Margaret muda o papel que desempenha nas lendas. Aqui, ela é uma humana, que mora em um lugar isolado e sombrio, e tenta sobreviver com a venda de enguias na feira. Tudo isso, é claro, com a manifestação da magia e do entendimento muito singular que Margaret tem sobre si mesma e realidade do mundo ao seu redor.

Condado Maldito - Volume 2 - Maus Presságios (formato, 17 x 26 cm, 128 páginas, capa dura, R$ 69,90), por Cullen Bunn e Tyler Crook.

Fantasmas e duendes também são moradores do Condado de Harrow. Eles se escondem nas sombras, entre celeiros úmidos, igrejas abandonadas, florestas e pântanos. Estão sempre lá, esperando, observando e dando vida a cada sombra. Mas essas presenças macabras nunca ajudaram Emmy a se sentir menos solitária, e há pouco tempo ela descobriu ser um deles. O condado se revela, entre bruxas, seres míticos e assombrações. Os leitores forasteiros ganham status de novos moradores.

A solitária Emmy amplia seu universo de mentiras e alimenta uma estranha conexão entre a região e seus monstros, mas uma ameaça ainda mais sinistra se esconde próxima aos limites do condado. Segundo volume da série de quadrinhos publicada pela Macabra Filmes em parceria com a DarkSide Books

Death Disco - Volume 2 (formato 14 x 21 cm, 192 páginas, capa dura, R$ 59,90), por Atsushi Kaneko.

A obra conta a história de uma legião de matadores, de objetivos um tanto obscuros, chamada Guild, um tipo de sindicato onde todos são classificados conforme os serviços prestados. Esse grupo caça as vítimas por meio dos reapers, ou ceifadores, assassinos fantasiados e cruéis, que competem entre si para ganhar notoriedade e respeito dentro de suas Guilds. Entre todos eles, se destaca uma menina extremamente letal: Deathko.

A chegada da jovem abala o equilíbrio deste universo, uma vez que ela mostra total falta de respeito às regras vigentes. Com estilo só seu, que passeia entre o gótico e uma certa melancolia, Deathko odeia o mundo em que vive e está disposta a mudar tudo ao seu redor usando as ferramentas que possui. Todas as noites, ela deixa o porão de seu castelo, onde faz os mais variados instrumentos mortais, e sai à caça.

Neste segundo volume, acompanhe as peripécias de Deathko em suas missões espetaculares, enquanto conhecemos um pouco mais sobre esta ceifadora impiedosa, Madame, a dona do castelo em que moram, o Motorista e outros personagens igualmente repugnantes.

Já são mais de 540 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA