Confins do Universo 112 - É guerra! Quadrinhos no front!
OUÇA
Reviews

Aquele Verão

Editora MinoR$ 74,90320 páginasLançado em agosto de 2019

Autoras: Mariko Tamaki (roteiro) e Jillian Tamaki (desenhos).

 

Originalmente em This One Summer (tradução de Dandara Palankof).

 

Edição especial.

8 setembro 2020

Sinopse

Todo verão, Rose e sua família vão à praia de Awago. Lá, a jovem sempre encontra a amiga Windy que considera sua irmã caçula.

Uma tradição que Rose se acostumou desde criancinha, mas este verão tinha algo especial. E ela e sua amiga descobrem segredos de família e da vizinhança, muitos conflitos que desencadearão fortes emoções.

Positivo/Negativo

Foi um verão diferente de todos os que Rose estava habituada a viver na praia de Awago, com sua família e a amiga de infância Windy.

Rose e Windy são duas adolescentes que passam as férias juntas e buscam aventuras ou diversão a cada dia.

A trama vivida por Rose retrata um drama familiar em que ela percebe que a relação dos pais está conflituosa. Mais: aos poucos, ela descobre que sua mãe está diferente por algum motivo que desconhece.

Em uma das discussões dos pais, Rose fica sabendo que sua mãe perdeu um bebê e não se recuperou do trauma, e isso vai desgastando a relação dela com todos ao seu redor.

Ao mesmo tempo, muitas reviravoltas acontecem na trama quando Rose descobre uma gravidez indesejada de uma jovem local. O namorado também é de lá.

Então, a ironia da vida se mostra para Rose, que vê sua mãe sofrendo e sentindo as dores da perda de um bebê que desejava tanto e não pôde tê-lo.

Os conflitos emocionais da mãe também começam a se tornar parte da vida da jovem protagonista, quando passa a ser atingida pelo distanciamento dela.

Aquele Verão retrata temas polêmicos, como gravidez na adolescência, família com esqueletos no armário, drogas, comportamento pra lá de duvidoso, puberdade e mistérios. Ao lado da personagem principal, o leitor é impelido a ir em busca das respostas às perguntas dela.

As autoras são duas primas canadenses, muito premiadas, que já trabalharam juntas em um romance gráfico intitulado Skim. Este é o segundo trabalho delas em coautoria. Parece que a parceria deu certo.

O traço, apesar de ser simples e pouco detalhado, é muito chamativo. Especialmente pela boa narrativa visual. As páginas duplas merecem um destaque à parte, pois são feitas com muito esmero.

A edição da Mino é caprichada, em brochura, capa couché fosco, miolo em duas cores iguais às da capa. Ponto para a tradução e adaptação de texto, por terem mantido a linguagem simples, que respeita as tradições locais – nas páginas 204 e 265, por exemplo, há notas explicando de forma sucinta alguns costumes da região, para não deixar o leitor perdido.

Classificação:

Leia também
Já são mais de 480 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA