Confins do Universo 115 - Neil Gaiman, um sonhador de histórias
OUÇA
Reviews

Filosofia de banheiro

22 novembro 2013

Filosofia de banheiroEditora: Marca de Fantasia – Edição especial

Autor: Samuel de Gois (roteiro e desenhos).

Preço: R$ 15,00

Número de páginas: 72

Data de lançamento: Novembro de 2013

Sinopse

Coletânea de tiras publicadas na internet, nas quais as situações cotidianas e banais se entrelaçam com mitos, teorias, elementos literários, cultura pop, existencialismo, ironia e humor.

Positivo/Negativo

Quando feita de forma correta, a gag – aquele humor fácil, de lugar-comum – o riso do leitor faz parte do último quadrinho de uma tira. Mas a fonte da maioria das pílulas de Samuel de Gois neste álbum é “engolida” com água de outra fonte.

Filosofia de banheiro é a primeira coletânea do cartunista, que publica suas tiras no seu blog pessoal e na sua fanpage do Facebook.

Nas páginas da HQ, há evidências de que o autor se espelha em nomes como Laerte Coutinho e Rafael Sica para compor suas tiras, mas as semelhanças param na essência da base: Gois não se limita a “imitá-los”, imprimindo uma personalidade própria ao trabalho.

Geralmente com uma rígida grade de quatro quadrinhos, o cartunista subverte a leitura tradicional da estrutura, achando soluções fora do espaço/tempo convencional do desenrolar da tira.

FilosofiaBanheiroT01

Nos muitos pontos altos das mais de 70 tiras, Samuel de Gois não promove apenas o entretenimento ou o riso fácil. Ele também utiliza elementos corriqueiros, como os balões, para ser instrumentos para as suas metáforas e reflexões.

FilosofiaBanheiroT02

A sexualidade, jogos de palavras, teorias como o paradoxo do Gato de Schrödinger, menções literárias a Kafka e Cervantes, e referências cinematográficas ou dos quadrinhos são alguns temas apresentados no álbum.

FilosofiaBanheiroT03

Com uma arte solta, rústica e despojada, nada sofisticada, Samuel de Gois vai do poético ao nonsense, do referencial e conceitual à reflexão do cotidiano ou das fragilidades humanas como uma comédia do absurdo.

FilosofiaBanheiroT04

Como é praxe em seleções de tiras, algumas não alcançam a força criativa de outras, sendo apenas meras gags ou até uma tirada mais ingênua ou pouco inspirada na sua concepção.

Isso porque o próprio autor eleva as expectativas do leitor ao avançar na sua Filosofia de banheiro.

Um ponto negativo, mas que não tira o brilho das tiras, é a forma como algumas são distribuídas nas páginas. Cerca de meia dúzia tem leitura vertical e foi colocada ao lado de outra, sendo distinguidas somente na concepção do traço ou no uso dos tons de cinza, atrapalhando um pouco a leitura, no início.

Ao fim do álbum, constata-se que, junto com Marco Oliveira, autor de Overdose Homeopática, Samuel de Gois figura facilmente entre as revelações de 2013 dentre os cartunistas nacionais.

Classificação

4,0

Leia também
Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA