Confins do Universo 112 - É guerra! Quadrinhos no front!
OUÇA
Reviews

NAUSICAÄ DO VALE DO VENTO - VOLUME 1

1 dezembro 2006


Título: NAUSICAÄ DO VALE DO VENTO - VOLUME 1 (Conrad
Editora
) - Série em sete volumes

Autor: Hayao Miyasaki (roteiro e desenhos).

Preço: R$ 29,90

Número de páginas: 132

Data de lançamento: Julho de 2006

Sinopse: O avanço do industrialismo contaminou o ar e a água, dizimou a fauna e a flora e se transformou na grande ruína da humanidade. Durante a chamada Guerra dos Sete Dias de Fogo, as grandes metrópoles desmoronaram por causa das substâncias tóxicas que elas mesmas produziram e espalharam.

Uma floresta chamada Mar Podre, onde plantas liberam pólen venenoso, cresce a uma velocidade assustadora, assim como a mortalidade infantil. A maior parte do solo se tornou estéril e o menor vestígio do pólen pode colocar toda uma plantação em risco.

Praticamente toda tecnologia foi perdida e a humanidade passou a sobreviver em pequenos reinos. Um deles é o Vale dos Ventos, onde vive Nausicaä, uma princesa que viverá uma saga épica na qual será decidido o futuro de um mundo devastado.

Positivo/Negativo: O Japão foi um dos países que mais caro pagou pelo próprio desenvolvimento. Na década de 1970 surgiram problemas ambientais numa escala nunca antes vista.

Os moradores de algumas cidades precisavam usar máscaras para andar nas ruas, tamanha a poluição do ar. Casos de asma, da doença de Minamata (mal neurológico causado pela intoxicação de metais via água) e osteoporose foram parar nos tribunais. Na década seguinte, o discurso sobre qualidade de vida e meio ambiente se tornou um dos temas principais. É exatamente sobre isso que Nausicaä reflete.

O trabalho de Miyazaki (A Viagem de Chihiro, O castelo animado, Princesa Mononoke, Meu vizinho Totoro entre outros excelentes filmes de animação) é marcado por fortes (e jovens) personagens femininas como porta-vozes de questões relevantes. Em Nausicaä, a protagonista é a princesa do Vale do Vento e o foco principal é a industrialização desenfreada. Como também é costume na obra do autor, o tema é desenvolvido com inteligência e sofisticação.

O mundo de Nausicaä é tão rico e bem apresentado, que fica difícil não se embriagar pela história. Os personagens têm alma e todas as suas facetas são apresentadas. Nausicaä, por exemplo, vai muito além do arquétipo comum de heroína. Possui um coração de ouro, mas tem um ódio incontrolável dentro de si. Ela também sente o peso do fardo do pai, hesita em ir para a guerra, tem uma estranha ligação com os Ohmus (gigantescos insetos que protegem a floresta) e seu discurso (politicamente correto, mas longe de ser piegas) é de uma honestidade crua: "De nada adianta tudo ficar tão limpo, se o mundo inteiro se transformar numa área morta, onde nem os bichos podem sobreviver. O homem em si pode ser considerado uma sujeira...".

Miyazaki transpõe toda a grandiosidade desse mundo fictício com um traço riquíssimo e extremamente detalhado. A concepção visual de cada objeto é única e se encaixa perfeitamente na narrativa, nada parece estar ali por acaso.

Curiosamente, seu traço parece ter uma influência nítida de autores europeus, especialmente da escola franco-belga. As páginas têm uma quantidade grande de quadros e há um uso maior de hachuras que retículas, fugindo do habitual dos mangás.

O poder narrativo do autor é um show à parte. Seja nas espetaculares seqüências de ação ou nos momentos mais intimistas, Miyazaki encanta o leitor e o deixa ansioso para saber o que irá acontecer em seguida.

A edição da Conrad é exemplar, combinando qualidade e custo na medida certa. O formato é um pouco maior (18,2 x 25,7 cm) que o habitual na linha de mangás da editora, valorizando a arte detalhada de Miyazaki. A escolha do papel amarelado para o miolo também foi certeira, pois realça com o clima de fábula da obra. O álbum conta também com um texto do próprio autor sobre a origem de Nausicaä, no qual revela que achava não ter o menor talento para os quadrinhos!

Na parte interna da capa ainda foram reproduzidos um mapa dos arredores do Mar Podre e um belo desenho de Nausicaä com o Professor Yupa. A tinta metalizada usada na capa deu o toque final de sofisticação sem elevar o preço à estratosfera.

O primeiro volume consegue apresentar os personagens e o enredo sem ser monótono, pois acontecem várias reviravoltas, há muita ação e mistérios a serem desvendados. Um dos grandes lançamentos do ano.

Classificação:

4,0

Leia também
Já são mais de 470 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA