Confins do Universo 117 - Dissecando The Walking Dead
OUÇA
Reviews

Os Melhores do Mundo # 30 – Abril

3 março 2001

Os Melhores do Mundo # 30Editora: Editora Abril – Revista mensal

Autores: Todd Dezago (argumento), Mike McKone e Humberto Ramos (desenhos), e Mark McKena e Wayne Faucher (arte-final).

Preço: R$ 2,50

Data de lançamento: Abril de 2000

Sinopse

Em seu aniversário de 13 anos, Mathew ganha de presente do pai um estranho artefato recuperado em seu trabalho arqueológico, que, como ele não tarda em descobrir, trazia dentro de si uma poderosa energia arcana, conjurada séculos antes por um maligno feiticeiro atlante.

Como possui vontade própria, a energia mescla-se ao garoto, concedendo-lhe o dom de alterar a realidade e influenciando seus pensamentos e vontades. Junte-se a isso o fato de que Matt se sentia desprezado pelos pais e estava muito aborrecido com eles, e a primeira ação do jovem com recém-adquiridos poderes divinos resulta no mundo sendo dividido em dois: um apenas com pessoas até 17 anos, outro com todos os adultos.

Enquanto neste segundo mundo, a Liga da Justiça tenta descobrir o que está acontecendo, na Terra infantil cabe aos super-heróis juvenis a missão de manter a ordem, repousando em Superboy, Robin e Impulso a chance de encontrar o responsável por tudo e reverter a situação.

Positivo/Negativo

Primeira grande saga destacando o grupo que ficará conhecido como Justiça Jovem, é uma das mais divertidas HQs dos últimos tempos.

Vale notar que, além das boas piadas e do grande número de citações, estão presentes conflitos pessoais e caracterizações bem cuidadas, acertando em cheio com a interação entre o trio de protagonistas. Momentos como o do Impulso olhando para imagem do Barry (o segundo Flash, seu falecido avô) no quadro com a Liga original são os que realmente exemplificam um bom estudo sobre um personagem.

A arte de Humberto Ramos também caiu perfeitamente ilustrando o mundo das crianças. Foi ainda digna a atitude da Abril em publicar a história, originalmente uma minissérie de luxo, numa revista de linha, amortecendo assim o impacto sobre o bolso dos leitores.

De negativo, apenas alguns erros de cronologia, facilmente percebidos pelos mais atentos seguidores da continuidade DC. Mas nada que impeça o leitor de aproveitar a história e esperar ansioso a estréia oficial da nova equipe.

Classificação

4,5

Leia também
Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA