Confins do Universo 112 - É guerra! Quadrinhos no front!
OUÇA
Reviews

SERTÃO VERMELHO - LAMPIÃO EM QUADRINHOS

1 dezembro 2004


Título: SERTÃO VERMELHO - LAMPIÃO EM QUADRINHOS (independente) - Edição especial

Autores: Haroldo Magno (roteiro) e Edvan Bezerra (desenhos).

Preço: R$ 11,00

Número de páginas: 112

Data de lançamento: Maio de 2004

Sinopse: Uma visão pouco comum do cangaço, o álbum narra a trajetória de Virgolino Ferreira, o Lampião, abandonando o status de herói do povo. Os autores, moradores do sertão baiano, e amparados em pesquisa bibliográfica, descrevem o lado bandido do cangaço. A saga é apresentado de forma dura, sem disfarçar, nem atenuar as passagens sangrentas.

O álbum mostra várias facetas da vida de Lampião, seus confrontos com a polícia, seus amores, sua relação com a família e com os demais cangaceiros do bando e, sobretudo, sua crueldade e ética deturpada.

A trajetória do Capitão Virgolino Ferreira é contada em 11 capítulos, e começa com o confronto que culminou na perda de seu olho direito e lhe conferiu a aparência dura que veio a se tornar uma das faces mais conhecidas da história nordestina, até sua morte e o massacre do bando na cidade de Angico, no sertão baiano.

Positivo/Negativo: A história desconsidera o senso comum e bibliografias que dão a Lampião o caráter de herói social, um homem que usa o cangaço para se vingar de desmandos e atrocidades sofridas por sua família.

O roteiro é muito bem escrito e vai tomando corpo à medida que a história vai se desenrolando. Os diálogos verossímeis mostram a maneira de falar do sertanejo do início do século passado.

Os desenhos de Edvan Bezerra evidenciam seu talento e intimidade com a paisagem sertaneja, porém, a arte não é uniforme; ao longo do álbum há páginas magistrais e outras nas quais os cenários e noções de perspectivas foram negligenciados, como se feitos de forma apressada.

Os pontos positivos são a fluidez da narrativa e os textos curtos, com informações históricas colocados no início de cada capitulo, que ampliam a percepção e compreensão do leitor sobre os fatos mostrados. Destaque para a capa de Júlio Shimamoto e homenagem dos autores a Flavio Colin e Eugênio Colonnese.

Vale a pena o leitor tentar encontrar o quadrinho onde foram feitos desenhos usando simultaneamente as técnicas desses dois mestres da HQ nacional.

Os balões feitos por computador constituem um ponto negativo, padronizados e regulares, destoam e contrastam com a arte do álbum.

Um aspecto interessante, e que deve ser elogiado é o apoio de várias entidades públicas e da iniciativa privada na edição dessa HQ.

Para comprar escreva para: Sertões Vermelhos - Rua José de Alencar, 180 - Centro - Paulo Afonso/BA - CEP 48601-080.

Classificação:

4,0

Leia também
Já são mais de 470 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA