Confins do Universo 134 - Quadrinhos e esportes: dá jogo, nocaute, pedal... -
OUÇA
Notícias

Nova tiragem do livro O Império dos Gibis está em pré-venda

6 julho 2020

O livro O Império dos Gibis (formato 15,6 x 22,8 cm, 544 páginas, R$ 84,00), da Editora Heroica, foi viabilizado originalmente por meio da plataforma de financiamento coletivo Catarse e conseguiu reunir quase 600 apoiadores, arrecadando o dobro do valor inicialmente pretendido.

Isso possibilitou a impressão de uma tiragem inicial de 1.200 exemplares que esgotou-se em 48 horas por meio de vendas realizadas exclusivamente pelo site da editora no último mês de abril.

Agora, a segunda tiragem está disponível para pré-venda até o dia 20 de julho, com exclusividade no site oficial da Heroica e o valor do frete incluso. O livro vem acompanhado de marcador de páginas e 30 cards exclusivos, que mostram capas das mais importantes revistas em quadrinhos da Editora Abril.

Por sete décadas, a Editora Abril foi a mais importante empresa do mercado editorial brasileiro, com uma trajetória iniciada em 1950, quando seu fundador, o italiano Victor Civita, lançou com sucesso seu primeiro produto, a edição inicial da revista Pato Donald. Ou, ao menos, esta é a versão oficial, já que nenhum desses fatos corresponde à realidade: o Pato Donald não foi a primeira publicação da Abril, uma empresa fundada antes do que se imagina, em 1947, e sem qualquer envolvimento de Victor.

Estes e outros fatos desconhecidos sobre a editora são revelados pelos jornalistas Manoel de Souza e Maurício Muniz no livro O Império dos Gibis - A incrível história dos quadrinhos da Editora Abril, da recém-inaugurada Editora Heroica. A dupla pesquisou documentos antigos, entrevistou figuras-chave na história da empresa e, por meio dos quadrinhos lançados pela Abril ao longo de sete décadas, apresenta um panorama que se confunde com a própria história do mercado editorial brasileiro.

Por anos, a Abril foi responsável pela publicação, no Brasil, das principais franquias dos quadrinhos, como Disney, Marvel, DC e MSP (com os personagens de Mauricio de Sousa).

O setor de quadrinhos da editora dos Civita encantou gerações, mas escondeu brigas internas, polêmicas, estratégias de mercado um tanto questionáveis e traições que parecem saídas de um romance de intrigas políticas – por exemplo, os quadrinhos infantis da Abril foram alvo até de rigorosa atenção dos órgãos de censura durante o governo militar.

 

O Império dos Gibis

Já são mais de 640 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA