Confins do Universo 131 - Oito décadas de Capitão América -
OUÇA
Reviews

Cais do Porto

Editora Independente – Edição especial R$ 20,0056 páginasLançado em Dezembro de 2019.

Brendda Maria (roteiro e arte).

15 janeiro 2021

Sinopse

Duas amigas, Clara e Gi, se reencontram por acaso em uma parada de ônibus, após anos separadas pelos diferentes rumos da vida.

Agora, elas precisam colocar os assuntos em dia, entender um pouco mais da vida uma da outra e tentar resgatar o laço enfraquecido pela distância – tudo isso em uma viagem de ônibus.

Positivo/Negativo

Cais do Porto, antes de tudo, é uma obra que transporta o leitor para o seu cenário, a cidade de Fortaleza. Chegando lá, ele está diante de duas amigas que se reencontram em uma parada de ônibus.

Como quem pode ouvir pelas paredes, você acompanha uma íntima conversa que se inicia entre Clara e Gi.

A vida é cheia de voltas, caminhos misteriosos e muitos desencontros. A quadrinhista Brendda Maria aborda neste quadrinho (e em seus outros trabalhos também) diversas questões de saúde mental e autoconhecimento.

Assim, entende-se as questões que levaram as amigas ao distanciamento e, o tempo todo, é fácil torcer para que elas consigam reatar esse laço.

O roteiro é a respeito da vida, o cotidiano. Por isso, a identificação é bastante forte. Quem lê ouve o drama das duas personagens com empatia, como se fosse o desabafo de amigas nossas também.

Nesse caminho, os diálogos são bastante verossímeis e são o fio condutor da narrativa. Trazendo, de forma verdadeira, a coloquialidade e as expressões dos falantes da região.

A arte é agradável, leve e colorida. Nota-se a preocupação com a estética das personagens – revelando o histórico da autora, que cursou a faculdade de design de moda. A narrativa é bastante fluida, muito em função dos diálogos e também pela construção de páginas dinâmicas – com muitas variações de ângulos e composições.

No entanto, é preciso salientar o elemento de maior destaque nesta obra: as cores. São elas que fazem o leitor viajar, sentir e conhecer Fortaleza, cidade que transforma e constrói parte dessas personagens. Os azuis, roxos e rosas trazem o calor e o carinho que a autora e as personagens nutrem pela capital cearense. É a perfeita fotografia do céu local e de seus tons tão marcantes.

A edição é em formato 15 x 18 cm, capa cartão com acabamento em soft touch e miolo em papel off-set 90g. Tem alguns deslizes na revisão e padronização do texto, mas não interfere na qualidade geral da obra. Ao final, traz também uma história adicional chamada Um dia de cada vez.

Em novembro de 2020, a editora Conrad relançou a obra para leitura digital como parte de uma nova linha de publicações voltado para o formato.

Classificação:

Leia também
Já são mais de 640 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA