Confins do Universo 199 - O monstro. O mago. Um clássico.
OUÇA
Notícias

David Michelinie fala sobre seu trabalho na Future Comics

8 maio 2003

FreemindDavid Michelinie tem trabalhado bastante. No passado, ele já escreveu para as principais editoras do mercado, e contou histórias de heróis como Homem de Ferro, Homem-Aranha e Super-Homem. Hoje, é um dos responsáveis pela Future Comics, fazendo roteiros para as séries Freemind, Metallix e Deathmask.

Ele falou um pouco mais sobre esta nova fase de sua carreira, na qual ajudou a criar a editora. "Além do fato de ninguém estar me oferecendo trabalho na época, o atrativo foi me juntar a velhos amigos, num ambiente de liberdade criativa. Apesar de já ter criado personagens e séries antes, nunca fiz parte da concepção de um universo totalmente novo. Gosto das possibilidades e dos desafios", disse.

E os objetivos do autor são simples. "Queria criar uma ou duas revistas que fossem divertidas de escrever, e que tivesse orgulho de ter o meu nome nelas. Essas metas continuam iguais, mesmo com as da empresa terem se expandido um pouco".

Metallix #5As idéias dos conceitos das séries vieram do criador Bob Layton, que também é editor-chefe da editora, mas foram desenvolvidos em conjunto com Michelinie. Em Freemind, por exemplo, Layton tinha a idéia de um personagem chamado Psiborg, um homem cujo corpo havia perdido a mobilidade e que teria sua mente transferida para um andróide.

"É um conceito forte, mas não novo. Então, sugeri que a transferência aumentasse 100% da capacidade mental do homem, lhe dando poderes psiônicos. Isso fez que com ele passase de uma pessoa necessitada para uma das mais poderosas do mundo. O problema é que ele não quer ser um herói superpoderoso, mas apenas um ser normal", descreveu.

"Na sua forma humana, não pode mover um dedo. Precisa de várias pessoas em sua volta para ajudá-lo nas tarefas físicas que ele não pode fazer sozinho. Mas quando sua consciência está no andróide, se encontra com desafios que vão desde colocar um pé na frente do outro para andar, até lutar contra supervilões com poderes que ele não compreende".

Já a idéia para Metallix era de uma armadura inteligente. O conceito veio de um projeto que seria feito com o Homem de Ferro para a Marvel, mas que acabou sendo vetado. "Tinha muito potencial, mas parecia o Homem de Ferro com outro nome. Como Metallix parece mais com plural do que singular, sugeri que fosse um título sobre uma equipe. Seria interessante ver um grupo vestindo variadas armaduras", explicou. "Mas, então, refinei a idéia para o que achei ainda mais intrigante. Existe apenas uma armadura, e os integrantes precisam dividí-la. Veste a armadura aquele cujas habilidades se mostrarem melhor à situação apresentada".

E tudo isso o tem mantido ocupado. "Escrevo três séries e ajudo no roteiro de mais uma, além de alguns trabalhos editoriais no meio. O meu único projeto além desses é o de encontrar tempo para dormir", brincou.

Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA