Confins do Universo 171 - Quadrinhos sobre... quadrinhos!
OUÇA
Notícias

DC Comics abandona o sistema classificatório da Comic Code Authority

21 janeiro 2011

Comic Code Authority

Jim Lee comunicou no blog The Source que a DC Comics abandonará o sistema classificatório da Comic Code Authority.

A editora usará um novo código, desenvolvido internamente. O novo sistema entrará em vigor em abril e será o seguinte:

E (Everyone) - Para todas as idades. Histórias com pouca
violência;
T (Teen) - Adolescentes. Material apropriado para leitores
com mais de 12 anos de idade, contendo violência leve, linguagem mais forte
e temas sugestivos;
T+ (Teen Plus) - Para leitores maiores de 16 anos. Conteúdo
de violência moderada, xingamento leve, imagens gráficas mais fortes e temática
sugestiva.
M (Mature) - Para maiores de 18 anos. Material com violência
intensa, palavrões diversos, nudez, temática sexual e outros conteúdos indicados
para adultos.

As revistas da linha Vertigo não serão classificadas com este sistema, pois são todas indicadas para leitores adultos (for mature readers).

O código da Comic Code Authority surgiu em 1954, como resultado
da investigação do congresso dos Estados Unidos (liderada por Estes Kefauver)
sobre o conteúdo de horror, sexo e violência nas revista em quadrinhos. O
Comic Code era supostamente um código de ética dos quadrinhos,
mas que servia na prática como um instrumento de censura.

A Marvel abandonou o código em 2001 (na época, o Universo
HQ
cobriu extensamente o assunto, vide 1,
2, 3.

Com a saída da DC Comics, apenas as editoras Archie
Comics
e Bongo Comics ainda estão presas ao código
arcaico da Comic Code Authority.

 

Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA