Confins do Universo 160 - Sandman: desvendando o Sonho
OUÇA
Notícias

Morreu o escritor Alan Grant

21 julho 2022

Alan Grant, escritor escocês conhecido pelo seu trabalho nas revistas 2000 AD e Detective Comics, faleceu no dia 21 de julho de 2022, aos 73 anos. Até o momento da publicação desta nota, a causa da morte não havia sido revelada. O óbito foi divulgado por Susan Grant, esposa do escritor, no Facebook.

Grant nasceu em Bristol, na Inglaterra, mas mudou-se com sua família para a Escócia quando tinha apenas um ano.

Em 1967, ele se tornou editor na D.C. Thompson (sem relação com a editora estadunidense) e posteriormente trabalhou com várias revistas de romance, da IPC. Ao lado de John Wagner, Grant prestou serviços para a 2000 AD no início da década de 1970. Trabalhou em séries como Future Shock, Blackhawk, Robo-Hunter, Strontium Dog e Judge Dredd.

Foi durante a sua fase que Juiz Dredd se tornou o personagem mais popular da 2000 AD.

No final da década de 1980, Grant entrou para o mercado estadunidense, escrevendo Outcasts para a DC Comics. Com Wagner, ele assumiu a revista Detective Comics na edição #583, e criou diversos personagens, como o Ventríloquo, Zsasz, Caça-Ratos, Jeremiah Arkham e o Anarquista. Este último refletia as opiniões políticas e filosóficas do autor.

Grant escreveu dezenas de títulos do Cavaleiro das Trevas, muitos deles ilustrados por Norm Breyfogle.

Na década de 1990, escreveu (mais uma vez com John Wagner), a minissérie O Último Americano, para o selo Epic Comics, da Marvel.

A parceria de John Wagner e Alan Grant terminou após a saga Chopper, em Judge Dredd. Grant ficou com as séries Judge Anderson e Strontium Dog, e Wagner com Dredd.

Lobo, minissérie ilustrada por Simon Bisley, foi outro material de impacto escrito por Grant na década de 1990.

Outros títulos pelos quais Grant passou incluem The Demon, L.E.G.I.O.N., Batman - The Shadow of the Bat e Judge Anderson - Shamballa. Ainda com o Batman também participou das sagas Contágio, Legado e Cataclismo, e do crossover Batman & Spawn.

O escritor continuou bastante ativo, inclusive durante a pandemia, quando criou um projeto comunitário de quadrinhos na cidade de Moniaive, para falar sobre o Covid-19.

Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA