Confins do Universo 189 - X-Men: Seis décadas mutantes
OUÇA
Notícias

Um saudoso caubói dos quadrinhos em O Vingador, da Editora Criativo

13 setembro 2023

O Vingador (formato 21 x 28 cm, 68 páginas, R$ 49,90) é um lançamento em conjunto da Editora Criativo e do selo GRRR!. A obra já está à venda na loja da Editora Criativo.

Era uma vez um garoto carioca de apenas 16 anos, apaixonado por faroeste. Com grande talento para o desenho, o garoto arrumou um emprego na editora RGE - Rio Gráfica Editora, do Rio de Janeiro, uma das maiores do Brasil, na época. Era o ano de 1956 e o garoto se chamava Walmir Amaral, e logo estaria desenhando HQs de caubói estrangeiros como Cavaleiro Negro, Texas Kid e Flecha Ligeira.

Em 1960, foi convidado pelo lendário Jayme Cortez, chefe da extinta editora Continental (localizada em São Paulo, especializada em HQ brasileira), para criar um caubói totalmente nacional, para concorrer com os estrangeiros.

Walmir topou, e nascia assim o Vingador, um dos primeiros caubóis brasileiros. Antes dele, em 1953 surgiu Jerônimo, o herói do sertão, personagem que começou como novela de rádio com enorme sucesso comercial, e a partir de 1957 virou gibi também pela RGE, com desenhos de Edmundo Rodrigues, outro grande artista da época.

Enquanto Jerônimo era ambientado no sertão brasileiro e tinha jeitão de novela, o Vingador seguia o padrão norte-americano de personagens solitários e durões. Além disso, ele era mascarado, a exemplo do Lone Ranger (Zorro, no Brasil) e o próprio Cavaleiro Negro. Ou seja, era literalmente um herói anônimo, que vingava as vítimas de criminosos no Velho Oeste e fazia justiça com as próprias mãos, usando seu punhos ou seus velozes Colts 45.

O Vingador foi publicado até 1966, durando 41 números e um punhado de almanaques, tornando-se o segundo personagem mais longevo do gênero, perdendo apenas para Jerônimo, que durou 62 números.

Neste livro, o leitor vai conhecer as dez primeiras HQs do Vingador, incluindo sua origem, todas produzidas por Walmir, que pouco depois precisou deixar a série por excesso de trabalho na RGE.

Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA