Confins do Universo 199 - O monstro. O mago. Um clássico.
OUÇA
Sem categoria

ANIMAL

1 dezembro 2001

diversa e variada a quantidade de publicações e revistas de HQ's que já singraram nossas bancas desde tempos imemoriais. Sabemos que, salvo raras exceções, a grande maioria teve vida curta. Advinda de época mais recente, uma que deixou saudades foi a ótima ANIMAL, publicada pela Editora VHS Diffusion, que teve 22 números. Era uma revista definitivamente voltada para o público adulto.

A sua diretriz principal era publicar quadrinhos desconhecidos por aqui, principalmente europeus, com destaque para artistas espanhóis e italianos. Confira abaixo alguns dos personagens o que o leitor tupiniquim teve a chance de conhecer (clique para ver as fotos) :

- Ranxerox, de Tamburini e Liberatore: Ranxerox é um andróide violento e ávido por sexo, sendo que sua "dona" e criadora é Lubna, uma adolescente de 13 anos, viciada em drogas e que o "usa" para satisfazer seus desejos sexuais. Um grande sucesso internacional.

- Edmundo - o porco, de Rochette: Edmundo é um porco sacana, que vive de reproduzir e "engordar" porcas para seus donos, humanos.

- Squeak, the Mouse, de Massimo Matiolli: Sátira aos desenhos de gato e rato, com muita violência e sexo explícito.

- Peter Pank, de Max: Versão hardcore de Peter Pan, com sereias sacanas, sadomasoquismo, fadas nuas e, é claro, muito sexo.

- Torpedo, de Jordi Bernet e Enrique Sanchez Abuli : Aventuras de um membro da máfia, extremamente cruel e violento, numa HQ particularmente interessante, de qualidade indiscutível.

Foram publicados ainda uma infinidade de artistas, como Antonio Segura e José Ortinz (Burton & Cyb), Peter Milligan e Brett Ewins (Johnny Nemo), Jamie Hewlett e Alan Martin (Tank Girl), Milo Manara, André Toral, Magnus, Vuillemin, Daniel Torres, Jaime Hernandez, e muito mais.

Uma história que merece destaque especial é "Storia de Astarte", de Andrea Pazienza, que saiu na edição de número nove. Pazienza é um artista italiano, falecido em 1988, de grande renome na Europa. A HQ em questão conta a trajetória de um cão de guerra, chamado Astarte, durante a campanha de seu dono, Aníbal, contra os Romanos. É uma história belíssima e foi o último trabalho deste artista antes de falecer, sendo que, para infelicidade dos leitores, não chegou a concluir essa fantástica narrativa, que merece ser conhecida.

A revista ANIMAL tinha um encarte chamado "MAU - Feio, Sujo e Malvado", com matérias alternativas sobre música, cinema, sexo, crônicas e afins, além de publicarem tiras e HQ's de autores desconhecidos, tudo num estilo psicodélico, bem maluco e original. Ou seja, como um fanzine de primeira categoria. Além disso, continha também informações sobre as obras que publicava, entrevista com artistas, uma coluna com notícias sobre quadrinhos e chegou inclusive a lançar material nacional.

Em suma, uma revista incrível, ou como dizia o slogan da própria, "ANIMAL...FEIO, FORTE E FORMAL". Se você é amante das HQ's, e não tem essa coleção... azar o seu!!

 

Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA