Confins do Universo 112 - É guerra! Quadrinhos no front!
OUÇA
Notícias

Exclusivo: Panini sai da Total (ex-Dinap) e presidente da editora fala sobre novo sistema de distribuição

9 agosto 2017

José Eduardo Severo Martins, presidente da Panini Brasil Ltda.Após anos trabalhando com a maior distribuidora do Brasil, a Total (ex-Dinap, pertencente ao Grupo Abril), a Panini iniciou, neste mês, uma operação própria de distribuição de seus produtos editoriais impressos, em todo o território nacional.

A iniciativa pegou todos de surpresa, pois a distribuição sempre foi um dos temas mais polêmicos no mercado editorial em nosso País, e não é fácil cobrir um território como o do Brasil, com dimensões continentais.

A maior editora nacional de quadrinhos tomar essa decisão é um marco. Com um volume grande de publicações, a Panini é a responsável por revistas que trazem grandes marcas, como super-heróis da Marvel e DC Comics, Turma da Mônica e mangás. E as bancas já estão sendo avisadas da mudança.

Com a nova fase, a intenção da Panini é oferecer uma distribuição cada vez mais ágil e eficiente, que traga benefícios para todas as partes do processo de entrega: produção, distribuidores, jornaleiros, fornecedores, varejistas e consumidores.

De acordo com a editora, ao organizar a distribuição dos seus produtos – passando pela produção, o controle do estoque e a negociação do contrato com as distribuidoras –, a estratégia da empresa também tem o foco de estabelecer uma maior aproximação com o público, aperfeiçoando seus tradicionais canais de diálogo e atendimento, principalmente via internet.

Em uma entrevista exclusiva (por e-mail) para o Universo HQ, o presidente da Panini Brasil, José Eduardo Severo Martins, falou mais sobre os planos da nova distribuidora e as razões que levaram a tal decisão, num trabalho que levou oito meses para ser implementado. O executivo não revelou o investimento feito para essa operação, pois é política da multinacional italiana não revelar valores, mas garantiu que as mudanças não afetarão os preços de capa das publicações.

Universo HQ: Por que a Panini decidiu partir para uma distribuição própria, saindo da maior distribuidora do Brasil (Total, ex-Dinap)?

José Martins: A Panini está diversificando seus canais de vendas e ampliando sua atuação no mercado de varejo, e precisava ter maior controle da distribuição de seus produtos. A entrega direta dos produtos aos distribuidores regionais é uma atividade que a empresa já faz em outros mercados, como a Espanha e a Alemanha. E nesses países verificamos uma performance maior nas vendas quando a entrega dos produtos foi realizada diretamente pela Panini. A Panini não está criando uma nova distribuidora, mas apenas assumindo a entrega direta de seus produtos para serem entregues às bancas pelos distribuidores regionais.

A entrega direta aos distribuidores regionais permitirá um maior contato com a rede e a possibilidade de implementação de atividades promocionais específicas e dirigidas às diversas regiões do País.

UHQ: Quantas distribuidoras regionais trabalharão com vocês?

JM: Esperamos que todas, e estamos estudando uma ampliação da rede.

UHQ: Como será essa estrutura da Panini para fazer os produtos chegar aos distribuidores? 

JM: O trabalho de separação dos produtos e envio aos distribuidores regionais foi incorporado dentro da estrutura da Panini Brasil Ltda., em conjunto com os parceiros de logística já incorporados ao processo Panini.

UHQ: Quais benefícios e eventuais problemas o leitor terá neste início de operação?

JM: Estamos trabalhando para que o leitor e consumidor dos nossos produtos não tenham nenhum problema de desabastecimento. No entanto, com a troca do processo de distribuição poderemos ter alguns problemas pontuais em alguns mercados, em agosto. Isto será temporário e esperamos regularizar a colocação dos produtos nas bancas durante o mês de setembro. Lembramos que todos os nossos produtos estarão disponíveis na nossa loja on-line (www.lojapanini.com.br), na qual o leitor poderá se abastecer dos produtos Panini até a regularização da distribuição.

UHQ: A distribuição é tema de reclamações constantes de leitores, e um desafio significativo, levando em conta as dimensões do Brasil. O que a Panini trará de novo para suprir a demanda de suas publicações?

JM: As reclamações constantes dos leitores também foram consideradas quando decidimos assumir a entrega direta de nossos produtos aos distribuidores regionais. Vamos iniciar um processo de ampliação da cobertura de distribuição e um trabalho de parceria direta com os distribuidores regionais e com as bancas para suprir a demanda de nossas publicações e habilitar os pontos de vendas a trabalhar melhor com os produtos Panini. Muitas das experiências adquiridas nos mercados europeu e americanos, com a entrega direta, serão incorporadas em nosso sistema.

UHQ: Essa nova distribuição da Panini também atenderá livrarias e lojas especializadas (comic shops)?

JM: A Panini já faz a entrega direta de seus produtos às livrarias e lojas especializadas. Essa experiência nos deu subsídios para assumir a entrega direta para os distribuidores do canal bancas. A Panini assumiu a entrega direta para os distribuidores do canal banca de revistas. Não haverá alteração na distribuição para comic shops. (nota do UHQ: a distribuição para gibiterias é feita via Devir).

UHQ: A Panini está aberta para outras editoras usarem sua distribuidora?

JM: A Panini não criou uma distribuidora e não está oferecendo serviços de distribuição ao mercado.

Panini na CCXP

Já são mais de 470 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA