Confins do Universo 115 - Neil Gaiman, um sonhador de histórias
OUÇA
Reviews

Tina – Respeito

16 dezembro 2019

Tina – RespeitoEditora: Panini Comics – Edição Especial

Autora: Fefê Torquato (roteiro e arte)

Preço: R$ 31,90 (capa cartonada) e R$ 41,90 (capa dura)

Número de páginas: 96

Data de lançamento: Agosto de 2019

Sinopse

Jornalista recém-formada, Tina finalmente realiza o sonho de trabalhar em uma redação. Ela só não esperava que seu maior desafio fosse ser pessoal, e não profissional.

Positivo/Negativo

Escrita e desenhada por Fefê Torquato, Tina – Respeito aborda um problema que as mulheres, infelizmente, enfrentam no dia a dia: o assédio.

Na trama, a clássica personagem criada por Mauricio de Sousa é uma jornalista recém-formada que abandona as atividades como freelancer para trabalhar em uma redação.

Imediatamente, percebe-se uma personagem tímida e insegura, que chega em um ambiente predominantemente masculino, onde é chamada de “mocinha” e tratada com algum desdém. Nesse momento, também, uma ótima sacada da Fefê para apresentar os motivos do nome da personagem.

O leitor acompanha um pouco da vida de Tina, o trajeto desconfortável até sua casa – no qual também fica evidente o assédio sofrido nas ruas –, e suas constantes conversas e encontros com os melhores amigos Pipa e Rolo.

Logo, a protagonista conhece outras colegas da redação e cria um vínculo mais forte com Kátia, com quem tem um dos diálogos mais fortes da história, a respeito da sensação de medo que surge em nós, mulheres, quando sentimos uma possível ameaça – mas que normalmente é invalidada pelas outras pessoas.

Após um tempo na redação, Tina consegue conhecer o respeitado jornalista Jairo Figueiredo e tem a chance de emplacar a pauta para uma grande matéria. Infelizmente, isso só será possível se ela aceitar o convite dele para "jantar".

Fragilizada, Tina protagoniza o diálogo mais bonito deste quadrinho, quando conversa com sua mãe e aguça sua percepção sobre a vida e sobre suas atitudes. Aliás, os diálogos são o ponto mais forte do roteiro de Fefê Torquato, que estrutura conversas verossímeis e emocionantes.

Chegou o dia em que me senti representada por um quadrinho. Tanto pelas situações de desmerecimento no ambiente de trabalho, quanto pelos casos de assédio – que muitas vezes são sutis, quase imperceptíveis aos olhos dos outros. "Afinal, nada aconteceu, né?" –, quando somente nós, mulheres, entendemos o pavor, o medo e a insegurança que correm em nossas veias ao perceber um olhar ruim pelo retrovisor do carro de aplicativo, notar uma sombra atrás de você na rua, uma palavra estranha ou um gesto ameaçador.

Como não existe uma lei contra o machismo, é muito difícil reverter este comportamento. Tanto quanto conseguir falar sobre o que sentimos em dezenas de situações ao longo da vida.

Com lindas aquarelas e uma narrativa gostosa de ler, Fefê conseguiu representar nossa voz, nossas aflições e nossa força.

A edição da Panini tem versões em capa dura e cartonada sem orelhas, formato 19 x 27,5 cm, papel couché de excelente gramatura e impressão, além de extras com curiosidades, processo criativo, versões de capas e biografia da autora.

Tina – Respeito não é uma leitura simples, pois eu sabia que algumas cicatrizes seriam cutucadas. Mas, parafraseando o incrível cantor Emicida, digo que meu sonho como mulher é que chegue o dia em que nós não tenhamos que ser tão fortes.

Fefê Torquato merece um abraço e muitos agradecimentos. Ela brilhou e escreveu sobre tantas coisas que ficam entaladas em nossas gargantas.

Classificação:

.

Tina - Respeito

Leia também
Já são mais de 540 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA