Confins do Universo 140 - Falam muito: o poder dos quadrinhos mudos! -
OUÇA
Reviews

CONAN, O CIMÉRIO # 5

1 dezembro 2004


Autores: Deuses e Monstros - Kurt Busiek (argumento), Cary Nord e Thomas Yeates (arte)

Preço: R$ 4,50

Número de páginas: 28

Data de Lançamento: Agosto de 2004

Sinopse: O jovem Conan, prisioneiro dos fantásticos hiperbóreos, se meteu em uma enrascada ao descer aos calabouços do palácio de Lorde Aishti'ana. Frente a frente com quatro leões o cimério é quase retalhado e consegue escapar por pouco.

Ele se esconde nos aposentos de Iasmini, a jovem escrava que o vem ajudando a se livrar dos alucinógenos com os quais os hiperbóreos mantêm o controle de seus escravos gladiadores, e com sua ajuda e a de ungüentos consegue se recuperar dos ferimentos.

Durante um treinamento de combate, Conan percebe que seus companheiros, graças ao antídoto oferecido por Iasmini, estão se livrando dos efeitos das drogas e recuperando a consciência.

É nesse ponto que começa a rebelião dos escravos.

Positivo/Negativo: Se você se assustou com a capa de J. M. Linsner, não é pra menos, ela está realmente impressionante. Não só pela expressão de Conan, mas também pelo preço de capa, que saltou de R$ 3,90 para R$ 4,50. Só faltou o sangue na espada.

A arte de Nord e Yeates continua impressionante e o argumento de Busiek está começando a amadurecer, caminhando para o desfecho da atual saga.

Um dos melhores trechos está nas lembranças de Lorde Aishti'ana, que mostra a ascensão dos hiperbóreos, desde os primórdios selvagens até o apogeu da perfeição humana.

Também há dois ineditismos na revista: o primeiro confronto de Conan com leões e seu primeiro ato como líder nato que é, quando insurge com a rebelião liderando os aesires na peleja.

Concluindo a edição, mais duas aventuras de Bob Cano-Duplo, com as tiras que mostram as histórias verdadeiras da vida de Robert E. Howard, o criador de Conan.

Classificação:

4,0

Leia também
Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA