Confins do Universo 199 - O monstro. O mago. Um clássico.
OUÇA
Reviews

TEX ANUAL # 9

1 dezembro 2008


Autores: Claudio Nizzi (roteiro), Roberto Diso (desenhos) e Claudio Villa (capa).

Preço: R$ 16,90

Número de páginas: 328

Data de lançamento: Dezembro de 2007

Sinopse: Forte Sahara - A ponte sobre o Rio del Carmen foi derrubada e o trem em que viajam Tex, Carson, Tigre e Kit despenca nas águas.

Os quatro parceiros se jogam do comboio segundos antes do desastre, mas os outros passageiros morrem no choque. A trágica sabotagem é obra de um grupo de soldados da Legião Estrangeira que permanece no México após a retirada das tropas francesas, em seguida à derrota do imperador Maximiliano.

Os legionários cometem vários saques e atos criminosos, guiados pelo ambicioso capitão Duchamp. Aliado ao bandido Chavez, com objetivo de enriquecer e chegar ao poder, Duchamp pretende tomar a poltrona do governador de Chihuahua.

Cabe a Tex Willer e seus parceiros arruinar os planos do comandante do Forte Saara e devolver a paz à região.

Positivo/Negativo: Uma revista muito badalada em todos os aspectos pelos fãs de Tex, a começar pela capa, que mostra o herói preso numa posição incômoda e tem erros de iluminação. Pela posição do sol, as sombras não poderiam estar como foram retratadas no desenho.

Nizzi escolheu um bom argumento, já utilizado em outras aventuras (a tomada do poder), porém, colocou um elemento instigante: a Legião Estrangeira, que suscita curiosidades e ficção na mente de milhares de leitores mundo afora.

De fato, os texianos puderam aprender sobre a história, a ética, a dureza e a beleza da Legião sob o calor tórrido do México.

Isso porque o roteiro foi bem estruturado. O problema é a falta de coadjuvantes de grande valor. Quem mais chama a atenção por suas atuações são Kit Willer e Jack Tigre. Tex, apesar de ser o chefe, só foi brilhante durante a fase de acesso à Legião.

Alguns fatos que chamam a atenção: os quatro justiceiros assistiram ao massacre dos sobreviventes do trem e não puderam reagir; Kit Willer carregar um homem nas costas por 30 quilômetros, no deserto sob sol escaldante; e a hipotética morte de Jack Tigre.

Os desenhos do Diso não agradam tanto aos fãs mais tradicionais, mas mesmo fazendo Tex e seus parceiros muito diferentes do que os leitores estão acostumados, nos demais itens se sai muito bem.

Este Tex Anual é mais uma boa HQ para os amantes da aventura.

Classificação:

4,0

Leia também
Já são mais de 570 leitores e ouvintes que apoiam o Universo HQ! Entre neste time!
APOIAR AGORA